Endividamento

Endividamento

DÍVIDA - R$ MILHÕES Montante Vencimento Custo Nominal
AES Tietê Energia 2.457,5    
4a emissão de Debêntures - 3º série 321,0 dez/20 IPCA + 8,43% a.a.
5a emissão de Debêntures 180,0 dez/23 IPCA + 6,54% a.a
6a emissão de Debêntures - 1a série 688,5 abr/22 CDI + 0,90 a.a.
6a emissão de Debêntures - 2a série 324,5 abr/24 IPCA + 6,78% a.a.
3a emissão de Notas Promissórias 943,7 jun/18 CDI+ 1,35% a.a.
AES Tietê Eólica 1.131,2    
Financiamento BNDES 693,0 dez/31 TJLP + 2,88% a.a.
Financiamento BNDES (Subcrédito Social) 4,9 dez/31 TJLP
Repasse Banco do Brasil (BNDES Indireto) 262,7 dez/31 TJLP + 2,60% a.a.
1a emissão de Debêntures - 1série 87,7 dez/25 IPCA + 7,61% a.a.
1a emissão de Debêntures - 2série 82,9 dez/25 IPCA + 7,87% a.a.


A dívida bruta consolidada da AES Tietê Energia totalizava R$ 3.589,6 milhões em 31 de dezembro de 2017, valor 148,1% superior à posição da dívida bruta em 31 de dezembro de 2016 (R$ 1.446,6 milhões). Essa variação está associada à:

(i) R$ 900 milhões da 3ª emissão de Nota Promissória, sendo R$ 615,5 milhões para a aquisição de ASII e o restante para a aquisição de Boa Hora e financiamento da aquisição de Guaimbê; e

(ii) R$ 1.131,2 milhões de dívidas do Complexo Eólico Alto Sertão II. A empresa adquirida veio com as seguintes dívidas: R$ 697,9 milhões em financiamentos com o BNDES, R$ 262,7 milhões em repasse de financiamento indireto de BNDES pelo Banco do Brasil e R$ 170,6 milhões em emissão de duas séries de debêntures.

No encerramento do 4T17, as disponibilidades somavam R$ 1.204,5 milhões, montante superior ao valor registrado no mesmo período de 2016 (R$ 577,6 milhões). Tal diferença se deve, principalmente:

(i) R$ 396,0 milhões de aumento no montante referente ao GSF retido pelo efeito da liminar vigente; e

(ii) R$ 210,0 milhões de saldo remanescente da 3ª emissão de Nota Promissória, emitida em junho de 2017, dos quais R$ 150,0 milhões foram aplicados nas debêntures emitidas pelo Complexo Solar Guaimbê.

Dessa forma, a dívida líquida consolidada em 31 de dezembro de 2017 era de R$ 2.385,1 milhões, montante 174,5% superior em relação à posição em 31 de dezembro de 2016 (R$ 869,0 milhões) em função do aumento do endividamento para fazer frente às aquisições da Companhia.

Os gráficos a seguir apresentam a composição dos indexadores do endividamento da AES Tietê de forma consolidada em 31 de dezembro de 2017, bem como o cronograma de amortização para a AES Tietê.

                           
                                                    Cronograma de amortização da dívida (R$ milhões)                                                                      Dívida Bruta por Indexador                                 

                       

 

No âmbito do projeto de Alto Sertão II, os financiamentos do BNDES e Banco do Brasil apresentam um fluxo de amortização e pagamento de juros mensal, enquanto para a 1ª Emissão de Debêntures o fluxo é semestral.

Com relação aos projetos solares já anunciados pela Companhia, a estratégia de financiamento será de buscar uma estrutura ótima de capital, entre a AES Tietê e os projetos, além de estruturar um financiamento de longo prazo utilizando-se de garantias dos projetos, tendo em vista que os Contratos dos mesmos possuem prazo de 20 anos.

Adicionalmente, a Companhia aprovou a 7ª emissão de debêntures, no valor total de R$ 1,25 bilhão, dividida em duas séries, sendo que a 1ª série foi realizada com volume de R$ 500 milhões, taxa de CDI + 0,52% a.a. e vencimento em 2 anos, com amortização ao final do prazo, e a 2ª série possui volume de R$ 750 milhões, com taxa de CDI + 1,30% a.a. e vencimento em 5 anos, com amortizações nos 4º e 5º anos. Cabe ressaltar que o cronograma de amortização da dívida demonstrado acima não inclui esta emissão, tendo em vista sua data base de 31 dezembro de 2017.

Abaixo, a Companhia apresenta ainda um cronograma proforma, no qual se consideram as amortizações apresentadas anteriormente, o resgate antecipado da 3ª Emissão de Notas Promissórias e a 7ª Emissão de Debêntures.
 

A tabela abaixo indica a escala de rating da AES Tietê Energia.
 

 

Covenants

O índice de alavancagem (Dívida Líquida / EBITDA Ajustado) encerrou o trimestre em 2,5x, abaixo do limite. Com a aquisição de Alto Sertão II, o limite estabelecido pelas dívidas da Companhia passou de 3,5x para 3,85x durante três anos.

O índice de cobertura de juros (EBITDA Ajustado / Despesas Financeiras) fechou o 4T17 em 4,4x acima do limite mínimo de 1,5x.
 

Dívida Líquida (R$ milhões) e Alavancagem (x)


 

O custo médio da dívida atual da AES Tietê é de 10,0% ao ano, em comparação a 13,1% de 2016, conforme tabela abaixo. Essa variação decorre, principalmente, da redução da curva de CDI e IPCA durante o período e da aquisição de Alto Sertão II.

O prazo médio da dívida da AES Tietê Energia no 3T17 foi de 4,1 anos, superior ao mesmo período de 2016, que era de 2,2 anos, devido ao alongamento da dívida em função da emissão realizada em abril de 2017 e aquisição de ativo.


Custo e prazo médio da dívida

Custo e prazo médio da dívida
 

Debêntures

A Companhia realizou 3 emissões de debêntures, sendo que todas as debêntures da 1ª emissão até a 2ª emissão foram devidamente liquidadas e não estão em circulação.

3ª Emissão de Debêntures pela Companhia

Em 31 de outubro de 2006, a Companhia emitiu 80.000 debêntures simples, não-conversíveis em ações, todas nominativas e escriturais, da espécie com garantia real, em série única, com valor nominal unitário de R$ 10 mil, no valor total de R$ 800,0 milhões. As debêntures rendem juros, correspondentes a 100,0% da variação da Taxa DI, capitalizada de um spread de 2,25% ao ano, base 252 dias úteis.

O principal da 3ª Emissão da Brasiliana será amortizado nas seguintes datas:

  • 20/Maio/2014 – R$ 160.000.000,00
  • 20/Nov/2014 – R$ 160.000.000,00
  • 20/Maio/2015 – R$ 160.000.000,00
  • 20/Nov/2015 – R$ 160.000.000,00
  • 20/Maio/2016 – R$ 160.000.000,00

Total = R$ 800.000.000,00

Documentos da 3ª Emissão

 

 

 

logo índice sustentabilidade empresarial logo tiet3 logo tiet4 logo tiet11

Copyright 2015 AES Tietê - Todos os direitos reservados

Desenvolvido: RIWEB